close
Yen Pen também conhecido como Eu See Ying (nome budista que significa "viver o dia"), foi um dos expoentes máximos do Xuan Kong Fei Xing, cálculo conhecido no ocidente como  "Estrelas Voadoras". O seu enorme talento e sabedoria chegou até nós através de três livros, compilados num só denominado "Er Zhai Shi Yan", ou "Experiência de Duas Casas" e que significa ensinamentos de Feng Shui yin e Feng Shui yang. Estes volumes contêm inúmeras descrições das suas consultas na década de 20 e 30. Os seus escritos são constituem uma memória futura e são fundamentais nos dias de hoje para o estudo e entendimento desta arte maravilhosa.

Yen Pen nasceu em 1872 (ou 1873) em Wuxi na província chinesa de Jiangsu. O seu primeiro em emprego foi como professor numa escola católica em Shangai. Nessa instituição cristã, entrou em conflito com a direção devido à sua religião budista. Após ter-se despedido, encontrou um novo trabalho como gerente de uma fábrica de texteis que tinha também plantações de algodão. Aí encontrou outro tipo de conflitos devido à sua fé. Os procedimentos da fábrica que recorriam ao uso do inseticida DDT que dizimava inúmeros tipos de insetos era para ele inaceitável. Decidiu então despedir-se para se dedicar por inteiro à prática e divulgação do budismo editando livros e pregando. Ao mesmo tempo que trabalhava em Shangai, foi aluno de Tan Yang Wu na sua escola de Feng Shui na década de 1920. Começou depois também a trabalhar como mestre de Feng Shui, tendo registado por escrito a maioria das suas centenas de consultas.

No contexto da sua vida religiosa, Yen Pen foi para Singapura onde se tornou monge. Mais tarde mudou-se para a Indonésia. Neste país a sua casa ardeu o que o forçou a mudar de residência de novo, desta vez para a Malásia (do outro lado do estreito) em Penang. Daí foi para o templo Sam Poh, nos planaltos Cameron. Em 1950 devido a problemas de saúde foi outra vez para Penang onde começou a dar aulas de Feng Shui. O seu aluno mais conhecido foi Hong Choon, que depois foi chefe to principal templo de Feng Shui em Singapura. No final da sua vida voltou novamente para o Templo Sam Poh onde encontrou Sui Beng, outro aluno de Tan Yang Wu. Yen Pen morreu em 1957 e é num pagode de Sam Poh que está enterrado (ver foto em baixo).

Yen Pen escreveu três livros de Feng Shui. O primeiro livro continha 195 casos práticos e o segundo livro 260. Estes casos práticos estão descritos ao pormenor de ter os nomes dos clientes e respetivas moradas, a data da consulta, o diagnóstico, as curas e as consequências da aplicação dos conselhos de Feng Shui. Um terceiro livro foi escrito não por ele mas por um dos seus assistentes baseado nas suas consultas quando estava ainda na China. As fotos em baixo são de Yen Pen / Eu See Ying em várias fases da sua vida, de jovem até idoso. À esquerda a foto do pagode onde estão as suas cinzas.

Newsletter

Fique a par das nossas novidades.

Webinar grátis: Como o Feng Shui mudou a minha vida

Newsletter

A sua informação nunca será partilhada com terceiros
close
Em caso de litígio o consumidor pode recorrer a uma Entidade de Resolução Alternativa de Litígios de consumo:

CICAP – Tribunal Arbitral de Consumo
Rua Damião de Góis, 31, Loja 6, 4050-225, Porto
+351 22 550 83 49 / +351 22 502 97 91
cicap@cicap.pt

Mais informações em Portal do Consumidor www.consumidor.pt