MENU

Medicina

A medicina tradicional chinesa (MTC) é um conjunto de práticas baseadas em princípio comuns, que são os princípios das Cinco Artes da metafísica do extremo oriente. Nomeadamente os conceitos de qi, yin-yang e cinco transformações (ou cinco elementos). Entre estas práticas as mais conhecidas são a Acunpuctura e a Fitoterapia (compostos de ervas medicinais). Outras práticas incluem o Moxabustão, a massagem Tui Na, a Ventosterapia, e a Dietética Alimentar entre outras. É uma arte muito antiga estando os seus princípos básicos descritos no famoso "livro do Imperador Amarelo - Huang Di" que viveu cerca de 2500AC. Isto embora o referido tratado tivesse sido escrito muito depois sendo as primeiras referências da dinastia Han, 100AD.

Para os orientais o corpo energético precede o corpo físico e por isso as doenças antes de se materializarem no corpo físico, existem no corpo energético. A MTC tua no corpo energético através da estimulação dos meridianos e respetivos pontos.É nesta fase que se deve atuar visto ser mais fácil mudar o rumo dos acontecimentos. A medicina oriental tem pois um aspecto de certa forma preventivo em relação ao ponto de vista ocidental. 

A cultura chinesa tradicional não permite a dissecação de cadáveres, por isso foram desenvolvidas sofisticadas e empríricas tecnicas de diagnóstico. O princípio do diagnóstico é que o todo está representado na parte. Assim diagnosticam-se os diferentes orgãos e funções através do palpar do pulso, análise da voz e odor corporal, observação da língua, do rosto e dos olhos entre variadas outras formas.