MENU

Previsões pessoais para 2015 João Borges, 04 de Dezembro de 2014

Previsões pessoais para 2015
2015 é um ano sob o signo da árvore 3. Um ano com muitas mudanças e bastante instabilidade, mas também de progresso rápido. Conheça os traços gerais do que está reservado para si este ano. O primeiro passo é calcular o seu Ming Gua pessoal (masculino). Se não sabe clique primeiro aqui. Lembre-se que o ano começa dia 4 de Fevereiro na astrologia oriental!

Ming Gua 1 - NOVA OPORTUNIDADE, PRECIPITAÇÃO (CASA 3)
Em contraste com o progresso lento de 2014 o que poderá ter levado a alguma frustração, este próximo ano irá ter um ritmo mais frenético. Ideal para um novo começo, uma nova oportunidade, em especial na área laboral. Este ano é também bom para criatividade e ideias inovadoras. Por vezes estes indivíduos poderão sentir-se com os pés pouco assentes na Terra e com pouca capacidade de analisar detalhes que podem ser importantes. Regra geral as finanças melhoram assim como vida amorosa, o que tanto pode significar uma nova relação ou a melhoria de uma relação existente. Neste ano é contraproducente mudar de ideias, sendo melhor estar-se focado num rumo já definido. Poderá haver algum nervosismo ou ansiedade. Se o avanço for muito rápido, precipitado ou pouco cuidado há a possibilidade de falhanço.

Ming Gua 2 - DESENVOLVIMENTO ESTÁVEL, BOA SORTE OU AZAR (CASA 4)
Depois do ímpeto deste ano de 2014, este novo ano abre uma fase de maior maturidade e mais bem assente. Estes indivíduos podem começar a ver os resultados das decisões tomadas neste ano, sendo também mais fácil estar focado onde realmente se quer estar. Mas pode também ser um ano com uma natureza mais errática que pode causar desvios no percurso traçado. Em vez de se sentirem zangadas com pessoas quando sentirem que os outros não estão a cooperar, estes indivíduos devem usar tacto e capacidade de influência para levar o navio a bom porto. A natureza gentil deste ano combinada com paciência e bom timing podem criar bons resultados para os diversos empreendimentos. Evitar que a confusão emocional perturbe o discernimento. Bom ano para encontrar casamento. Regra geral um ano de sorte e bênçãos, mas quando a energia está a funcionar de forma deficiente pode também significar azares vários.

Ming Gua 3 - INSTABILIDADE, SUCESSO OU FALÊNCIA (CASA 5)
Um ano com diversas nuances positivas e negativas. A sorte ou azar deste ano depende essencialmente das opções que fizemos nos anos anteriores. O resultado de boas oportunidades pode vir ao de cima neste ano assim como as consequências de decisões erradas. O lema é “Mendigo ou General” e muitas vezes os dois um logo a seguir ao outro. Vitória e derrota. Um ano onde estes indivíduos se podem sentir pressionados mas devendo abster-se de tomar decisões importantes tal como abandonar o emprego para investir numa nova carreira. É um ano sob o lema “Navegar é preciso, viver não é preciso”. As águas por vezes podem estar turbulentas mas deve-se sempre ter em mente a estabilidade como fator essencial. Se o ano se revelar difícil, estes indivíduos devem pensar que em 2016 um novo ano se avizinha.

Ming Gua 4 - ESTATUTO, CONFIANÇA OU DEPRESSÂO (CASA 6)
Este ano pode trazer o retorno financeiro para o qual se trabalhou em anos anteriores. Pode também traduzir-se num aumento de estatuto ou subida na carreira. A confiança tende a aumentar mas devemos evitar discernimentos tipo “preto e branco” ou “bom e mau”. É sempre bom ouvir os outros com atenção especialmente quando querem algo de nós. Compaixão pelos outros e exercitar filantropia ajudando os outros é importante também neste ano especialmente para se atingir visibilidade e o bom nome desejado. Quando a energia funciona incorretamente pode ser também um ano com tendências depressivas. Por isso devem-se evitar relações frias e climas frios ou estar muito tempo sózinho. Evitar também estar muito tempo deitado numa cama.

Ming Gua 5 - DESFRUTAR DA VIDA (CASA 7)
Neste ano, estes indivíduos têm a oportunidade de desfrutar de esforços passados. É um ano de colheita. Pode por isso ser um ano onde o dinheiro vem de forma fácil, mas pode também ser um ano com tendência para se gastar demasiado dinheiro e por isso com consequências nefastas para a saúde financeira. Um bom ano para desfrutar do bom que a vida tem para oferecer e uma melhoria na vida social. Melhor evitar fantasias e optar por aquilo que se conhece. Este ano de uma natureza sensível alerta-nos para o que de novo vem ao nosso encontro. Bom ano para romance, mau ano para o jogo e para tomar riscos desnecessários.

Ming Gua 6 - ESTAGNAÇÃO E REVOLUÇÃO (CASA 8)
Um ano de mudança interior profunda. Tempo ideal para dar um novo rumo à vida. E como em todas as formas de revolução, as forças que moldam a vida de um indivíduo irão sofrer um re-alinhamento trazendo também algum caos, especialmente a nível emocional. Começar um novo emprego ou uma nova relação amorosa são possibilidades neste ano. Mas por vezes pode também parecer um ano de profunda estagnação especialmente se não tivermos energia para dar a volta ao estabelecido e à rotina diária. Devemos também usar este ano como uma oportunidade para olhar para as nossas vidas e refletir. Se pensarmos que estamos longe daquilo que queremos para as nossas vidas, este é o momento para termos ímpeto para mudar. Não nos devemos deixar acomodar. Cuidado em não ganhar peso.

Ming Gua 7 - CHAMA E SONHO (CASA 9)
Este ano contem a chama que alimenta os nossos sonhos. Somos a luz que guia os outros e o centro das atenções. Um bom ano para sairmos e nos darmos a conhecer ao mundo. Se a energia for boa, o reconhecimento acontece. Se a energia for negativa pode vir a infâmia e o maldizer. Regra geral um tempo alegre e feliz, mas se houver excesso a chama pode queimar. Por isso devemos exercer moderação caso contrário a alegria pode dar lugar à histeria. Devemos permanecer focados, organizados e flexíveis para ter o melhor que este ano pode oferecer. Evitar tudo aquilo que implicar olhar demasiado tempo tal como estar muito tempo em frente a uma televisão ou computador.

Ming Gua 8 - INTROSPEÇÃO E ESTUDO (CASA 1)
Para os Ming Gua 8, este ano é casa Água 1. Um ano calmo e tranquilo, por vezes de imobilidade. Ótimo para estudar e desenvolvimento pessoal. Olhando para dentro podemos descobrir informação importante para o nosso futuro e aquilo que realmente queremos trazer para a nossa vida. É também um bom ano para procriar. Como a energia está toda virada para dentro não boa altura para sair. Melhor estar recolhido do que exposto. Em termos de finanças e projetos devemos ter uma visão conservadora e não correr riscos desnecessários. Evitar o frio e estar demasiado tempo de pé.

Ming Gua 9 - PREPARAÇÃO, PROGRESSO LENTO (CASA 2)
Na casa 2, o sucesso é obtido dando pequenos passo em direção ao objetivo. Um bom ano para gerir projetos e trabalhar com outros em direção ao objetivo. A natureza lenta deste ano pode ser por vezes frustrante especialmente em termos financeiros. No entanto, vantagens podem ser alcançadas através da experiência do conhecimento humano e da relação harmoniosa com os outros. Começar projetos este ano não é adequado. Em vez disso devemos forjar alianças e estruturar recursos assim como todas as outras preparações necessárias para o próximo ano arrancar.