MENU

O Seu Destino em 2017 - Astrologia do Ki Paula Oliveira, 02 de Janeiro de 2017

Escrevi este artigo neste inicio do novo ano do calendário ocidental sobre como aproveitar o momento e como usar os ensinamentos do Ki das 9 Estrelas para aprender a dançar com a musica, escutando e aproveitando o ritmo da vida.
Nele vai encontrar orientações muito práticas para cada uma das nove estrelas ou matrizes energéticas e informação sobre o modo como 2017 vai influenciar a sua vida e, assim, aprender como utilizar a seu favor este novo ciclo.

Quero falar-vos um bocadinho sobre um tema que, desde há 12 anos atrás quando o conheci e de uma forma natural e salutar, mudou completamente a minha perceção da vida e de mim própria: a Astrologia do Ki das 9 Estrelas.
Na visão chinesa a vida sucede em ciclos que começam no momento em que nascemos e se sucedem ao longo da nossa existência, influenciando o momento e afetando o resultado das nossas ações. Os chineses estudaram os padrões da Natureza e perceberam que podiam antecipar os ciclos específicos de cada padrão e daqui desenvolveram os princípios da sua medicina.
E a medicina chinesa desenvolveu há milénios um mapa complexo de todo o sistema humano, não só da parte física e da sua complementar energética  mas, também, e muito importante, o padrão da nossa personalidade e como cada um de nós tende a fluir no rio da vida.
Daqui compreendemos que, quando nascemos a vida imprime em nós um padrão energético que está presente naquele momento do tempo. Este sistema vai revelar a simetria escondida na nossa data de nascimento e permite-nos verdadeiramente reconhecer quem somos, como nos movemos, e que lições temos para aprender.  

Assim, a Astrologia do Ki diz-nos que cada um de nós, de acordo com o seu ano de nascimento e segundo este cálculo está associado a um trigrama e a uma estrela que recebe a numeração de 1 a 9. Desta associação entre estrelas e trigramas nascem 9 fases ao longo das quais a nossa vida se desenrola e que se repetem de 9 em 9 anos. Ensina-nos também que essas estrelas assumem 9 tipos de personalidade que vão receber a qualidade energética dos 5 elementos da natureza. Assim temos: um tipo de personalidade energética água estrela 1; um fogo, estrela 9; três tipos de personalidade solo, estrelas 2,5,8; dois árvore ou madeira, estrelas 3 e 4; dois metais estrelas 6 e 7.

Muitas pessoas interessam-se sobre as artes da divinação ou astrologia para melhor conhecer o seu destino e puder prever o que vai acontecer.
Para mim o estudo destas Artes, nomeadamente a Astrologia e especificamente o conhecimento dos ciclos da Astrologia do Ki tem um objetivo muito prático e concreto: um mapa astrológico é como um mapa da estrada da nossa vida; e o conhecimento dos ciclos é como a previsão do tempo para um determinado momento do nosso percurso. O objetivo de estudá-los é puder atravessar esse caminho da forma mais fácil e prazerosa possível, sem esforço, como na natureza. A grande diferença entre este tipo de análise e outras análises de Astrologia Ocidental é a simplicidade e a capacidade de síntese desta linguagem que nos dá mensagens muito claras, mas muito profundas sem a complexidade de outros sistemas. 
 
Primeiro, todos os que leem este artigo devem conhecer a sua matriz energética. Para quem não sabe, deixo aqui o cálculo, é muito simples: somar todos os dígitos de um ano de nascimento até ficar com um resultado entre 1 e 9. Depois, vamos diminuir esse resultado a 11 e obtemos a nossa matriz energética. Ex.: 1+9+7+3=20=2     11-2=9 Fogo 9
Mas atenção: O inicio do ano para este cálculo é ligeiramente diferente. Assim, quem nasce até 3/4 de fevereiro ainda pertence ao ano anterior. E estas datas de 3/4 de fevereiro não são estanque, sofrem alterações conforme o ano. Se nasce entre 1 e 8 de fevereiro, para saber corretamente a que ano pertence tem de consultar um calendário específico ou, melhor, vir aprender connosco mais sobre esta Arte da Astrologia do Ki das 9 Estrelas no fim de semana de 18 e 19 de fevereiro em Lisboa e 17 e 18 de junho no Porto. 
 
Vamos agora conhecer um pouco mais sobre estas fases, que matrizes energéticas estão a ser influenciadas por elas e como melhor fluir com o ciclo. Esta influência vai fazer sentir-se a partir de 3 de fevereiro de 2017.

Casa 1 – Energia Água
Esta é a fase do embrião, da semente. A energia aqui está numa fase de completa introspeção e condensação. Quem nasceu sobre a matriz do Metal 6 vai estar a partir de fevereiro de 2017 a ser influenciado por esta energia de quietude. Esta é a casa da energia água e a água está associada à sabedoria, intuição, profundidade, maleabilidade. Os Metal 6 têm a possibilidade de trabalhar estas características neste ano e devem aproveitar este momento para ampliar conhecimentos e preparar-se para um novo crescimento que há-de vir. Metal 6 , conselho para fluir melhor na casa 1 - nesta fase energética a Vida está a pedir para diminuir o ritmo. Se escolherem contrariar essa tendência, a Vida pode encarregar-se de diminuir o ritmo por vós. Desenvolvimento pessoal é a ação chave para este ano. 
 
Casa 2- Energia Solo
Esta é a fase da reorganização, criar raízes sólidas e saudáveis, mas também de deitar fora o que não serve. Quando passamos por esta casa é preciso organizar: organizar a nossa vida, a nossa casa, os nossos pensamentos. Neste momento a energia  move-se de forma muito lenta, e nada parece acontecer,  tudo parece estar em compasso de espera. Então é a melhor altura para solidificar a nossa estrutura. Os Metal 7 são os que vão estar sobre esta influência energética e podem aproveitá-la para organizar, arrumar, restruturar não só o ambiente exterior, mas também o interior. Deitar fora o que não serve, fazer uma dieta, aprender a comer melhor, solidificar parcerias e uniões com pessoas que podem ajudar são tarefas a empreender durante este ano. Metal 7 , conselho para fluir melhor na casa 2 - Aqui a Vida pede para criar espaço para o novo poder manifestar-se. Limpe a sua vida, os seus sentimentos e os seus pensamentos. Esvaziar o copo é a ação chave. De outra forma, não haverá espaço na sua vida para a fase seguinte de crescimento rápido e expansão. 
 
Casa 3- Energia Árvore
Esta é a fase de crescimento rápido. Tal como uma planta que na fase água era semente e na casa dois ganhou raízes, agora pode crescer. E são os Solo 8 que vão ser convidados a crescer. Novas ideias podem surgir, novas oportunidades, novos amigos, novos interesses. Então é um bom momento para procurar e aceitar novas oportunidades, expandir negócios, mudar interesses e perspetivas de vida. Solo 8, conselho para fluir melhor na casa 3 - O desafio desta casa para os Solo 8 é que é um ambiente demasiado rápido para a sua matriz energética e pode trazer alguma irritabilidade. A ação chave será canalizar bem os esforços e direcionar as ações de forma a não se perder no meio de tanta agitação. 
 
Casa 4- Energia Árvore
Esta é a fase do crescimento com maturação. É o primeiro momento do ciclo de 9 anos onde é muito importante fazer escolhas. E quem está neste ponto são os Fogo 9 . Os 9 vão estar, em 2017 no tempo da poda das inúmeras iniciativas que brotaram no ano anterior. Essa necessidade de escolher não é, no entanto, consciente. Mas, aqui é muito importante escolher o que quer manter e abrir mão do restante. A casa 3 traz para a nossa vida uma infinidade de escolhas, pessoas, conhecimentos que agora precisam de ser escolhidos. Se tentar manter todas as “mudas” que brotaram na terra na casa 3 , o mais provável é que não sobreviva nada. Fogo 9, conselho para fluir melhor na casa 4 - Faça escolhas ou a vida escolhe por si. Defina o que realmente importa e deseja manter e abra mão do resto. Deixar fluir~~~é a ação chave. 
 
Casa 5- Energia Solo
Esta é a estação do nascimento dos frutos de todos os 4 ciclos anteriores. Estão nesta fase os Água 1 e, para eles será um momento  de transformação.  O impacto que cada um recebe quando passa por este estádio pode ser mais simples ou desafiante conforme foi: a qualidade das sementes que plantámos na casa 1 , que cuidado demos à nossa terra na casa 2 , que liberdade, expansão e direção demos ás nossas plantas na casa 3 e que podas e mudas escolhemos na casa 4 . Água 1, conselho para fluir melhor na casa 5 - esta é, definitivamente uma altura marcante. É importante receber com atenção e disponibilidade tudo o que a Vida trouxer este ano. E este é o ano para conhecer os frutos, não para colher. Assim, mais importante que fazer a ação chave será aquietar-se e esperar para ver. 
 
Casa 6- Energia Metal
Aqui sim, chegámos ao momento da colheita. E em 2017 são os Solo 2 que vão colher os frutos do seu trabalho nos ciclos anteriores. Esta fase trás, normalmente, muito trabalho, mas também acréscimo de responsabilidade. É uma altura em nos sentimos em controlo: da nossa vida e dos outros; mas também aumentam as expetativas que os outros têm de nós. Solo 2 , conselho para fluir melhor na casa 6 - Cuidado com as distrações. Este é o tempo de  trabalhar a iniciativa, a responsabilidade e o autocontrolo. A Ação chave será tomar o controlo sobre a vida sem, no entanto criar tensão. 
 
Casa 7- Energia Metal
É tempo da festa da colheita. Quando na fase anterior foram colhidos bons frutos agora podemos relaxar, viajar, aproveitar a vida. São os Árvore 3 que vão estar a aproveitar este momento de tranquilidade. Nesta fase há uma tendência para: diminuir o ritmo do trabalho, mudar de emprego, viajar mais, comer melhor. É a altura da reforma voluntária. Se, no entanto, o trabalho dos ciclos anteriores não der bons frutos não haverá energia para desfrutar da vida neste momento a e frustração aparece, pois vamos estar a desejar o que não podemos ter. Árvore 3 , conselho para fluir melhor na casa 7 - Relaxe, como puder, disfrute da vida como puder. A ação chave será aceitar o momento como resultados de escolhas. Liberte a frustração com longos passeios e convívios com aqueles que o/a amam. 
 
Casa 8 – Energia Solo
Esta é, tal como a casa 4 , uma etapa de escolhas. Mas agora, escolhas conscientes. Quem em 2017 estará na fase das escolhas profundas são os Árvore 4 . Nestemomento a pessoa que plantou, colheu e aproveitou os frutos agora pergunta: “o que vou fazer da vida daqui para a frente?” É um ano de reavaliação e análise e pode ser uma fase de grandes mudanças, especialmente se não estamos satisfeitos. Árvore 4, conselho para fluir melhor na casa 8 - “muda, de vida se, tu não vives satisfeito, muda de vida, estás sempre a tempo de mudar…”  como diz a canção. Transformar será a ação chave. 
 
Casa 9- Energia Fogo
Chegámos ao fim do ciclo e ao tempo da iluminação, da exposição. Depois da análise do ano anterior tendemos a mostrar aos outros os nossos planos, as nossas obras. Durante este momento do ciclo é como se tivéssemos sob a luz de um holofote. E quem vai estar sob as luzes da ribalta em 2017 serão os Solo 5 . Ao passar na fase da iluminação todas as nossas ações ficam visíveis o que pode ser bom ou mau conforme a qualidade das ações. É a fase da fama ou infâmia, conforme o caso. Solo 5, conselho para fluir melhor na casa 9 - aproveite esta etapa para mostrar aos outros o melhor de si. E se tiver muitos esqueletos no armário o melhor a fazer será: assumir! Esta será a ação chave. Cuidado com papéis e com o que assina durante este ano. 
 
E, a jeito de conclusão, digo: saber aproveitar as influências do momento e aprender com os ciclos é a ação geral mais correta, mas é também o nosso maior desafio. Há uma frase de que gosto muito e que diz que viver é conseguir-me equilibrar diariamente entre escolhas e consequências dessas escolhas. E o que faz com que pessoas que estão a viver ciclos iguais tenham vidas e resultados muito diferentes? a qualidade e a perspetiva correta das suas escolhas. As nossas mais simples decisões em momentos chave da nossa vida podem significar o sucesso ou o infortúnio dos nossos empreendimentos. E, na verdade, de nada serve conhecer as influências que estão para acontecer se não soubermos aproveitar as lições deixadas pelos ciclos do passado para melhor aproveitar a energia do presente e criar um melhor futuro. Conhecendo a tendência geral do ciclo eu posso adaptar as minhas escolhas para aquele momento de forma a ganhar controle sobre a influência que o mesmo vai ter na minha vida.
Com a Astrologia do Ki nós aprendemos que cada ano é um novo ciclo e uma nova oportunidade de mudança. Não resista a essa mudança: aprenda sobre esta maravilhosa ferramenta e seja você mesmo o agente da transformação. E dance ao ritmo da Vida!

(Paula Oliveira, janeiro de 2017)