MENU

O Noroeste da Casa Teresa Gonçalves, 13 de Novembro de 2015

NOROESTE DA CASA

Noroeste é um ponto colateral da rosa-dos-ventos localizado entre os pontos cardeais Oeste e Norte. E porque estamos no Outono este artigo é-lhe dedicado sendo a estação do ano a que está ligado (mais propriamente ao fim do Outono). A Noroeste está associado o trigrama Céu (Qian) porque é no Noroeste, da China, que se localizam os planaltos e as terras mais próximas do céu. Este trigrama é representado por três linhas Yang (polo -positivo, forte, homem) que significa o máximo de energia, a energia da criação. O Céu, simbolicamente, representa o Pai do Universo como o criador da vida e da energia.

Podemos entender então porque é que a este setor associamos a clareza e a perfeição, o divino e a proteção, os amigos influentes, a organização, a liderança e as finanças já por oposição, caso haja desequilíbrios energéticos, pode resultar em excesso de autoridade, tristeza, depressão, insegurança e incompetência. Há também um lado conservador e de disciplina. No caso da saúde este setor relaciona-se com os órgãos Pulmões e, por consequência, com a pele e os pelos. Do ponto de vista emocional esta energia concede otimismo e ação positiva.

A transformação associada é o metal através da força das três linhas Yang. Ambientes, com características predominantemente metal, normalmente são caracterizados por serem muito certinhos, tudo se encontra no sítio certo organizado e alinhado por tamanhos e cores, tudo é muito limpo e polido. Os materiais de construção que o representam são, tal como o nome indica, os metais, o alumínio, o cobre, o ferro, etc. Ao nível de cores, para decoração, temos o branco, o cinzento e prateado. A forma é o círculo como resultado de um movimento de contração em analogia ao Outono – fase de diminuição de atividade energética. Assim a Noroeste recebemos uma energia mais Yang, mais densa. Uma energia que se volta para dentro, uma energia de mudança interior.