MENU

Feng Shui Simbólico II Sofia Batalha, 14 de Maio de 2014

Segundo os chineses temos mais de 100 sentidos, a grande maioria deles em estado latente. Cientificamente estão comprovados cerca de trinta e dois, tais como, sensibilidade às ondas de rádio, raio-x, raios gama, temperatura ou electro-magnetismo. Existe uma grande sensibilidade ao tempo atmosférico e a alterações de pressão. Estas flutuações sentidas corporalmente não são conscientes e influenciando-nos a partir do inconsciente. As alterações atmosféricas nos céus são reflectidas por movimentos eléctricos no solo, incluindo alterações nos canos e sistema eléctrico das nossas casas.

As casas mais húmidas têm um ambiente mais instável, pois são mais susceptíveis às mudanças do tempo exterior. Os habitantes tendem a ficar mais fechados em si próprios e podem sentir-se sem base. O excesso de humidade pode fazer com que haja água a escorrer pelas paredes. Uma casa com estas características dá-nos indícios da existência de uma tristeza ou falta de adaptação em relação à realidade dos habitantes. Quando há infiltrações as condições crónicas, tais como depressão e dificuldades em engravidar ficam potenciadas. As infiltrações fazem literalmente com que questões ou pensamentos indesejados se infiltrem na nossa mente, fazendo com que a nossa visão da realidade fique toldada, potenciando a falta de comunicação ou mesmo segredos entre os habitantes. Pode criar medos e fobias.

É importante criar um ambiente estável em casa, retirando o excesso de humidade. Pode ser tão simples como comprar um desumificador! Uma humidade óptima torna o ar mais leve e respirável e ajuda os habitantes a relacionarem-se entre si, tornado-se mais sensíveis às pessoas com quem partilham a casa.

Venha aprofundar estas e outras patologias na casa na segunda aula de Feng Shui Simbólico em 17 e 18 de Maio. Inscrições por email geral@escolafengshui.com ou telefone 911 860 618. Preço €180.