MENU

Feng Shui Exterior Mónica Araújo, 19 de Junho de 2016

O Feng Shui, na sua origem, começou por ser uma observação da natureza. Os nossos ancestrais sabiamente perceberam que a qualidade energética dos diferentes elementos da natureza lhes trazia benefícios distintos. Estar junto de um rio traz-nos seguramente um determinado tipo de emoções diferentes das que beneficiamos quando estamos junto a uma montanha, por exemplo.

As tribos passaram assim a determinar os melhores locais para instalarem as suas povoações em sintonia com os elementos da natureza. Mais tarde na história, com o aprofundamento desta observação, passaram a ser construídos os palácios e os túmulos também sob estes fundamentos.

Hoje em dia vivemos em cidades, maioritariamente em apartamentos, e o nosso contacto com a Natureza não é tão direto. Mas ao longo dos tempos o Feng Shui tem vindo a adaptar os seus fundamentos para que possa continuar a colocar-nos em sintonia com este fluxo da energia natural e saudável.

Quando esse fluxo não é saudável (o que chamamos de Sha) afeta negativamente a vivência dos habitantes de determinado espaço. Uma das mais valias das ferramentas de Feng Shui Clássico é que nos permite identificar com exatidão quem, o quê e de que forma está a ser afetado por determinada influência exterior, e ajudar no processo de harmonização.

De uma forma simples, sugiro então que observe o contexto onde a sua casa se insere e tente perceber de que forma isso afeta a sua vivência.

Por exemplo:
- a proximidade de uma auto-estrada poderá trazer um chi demasiado rápido;
- viadutos ou postes trazem um chi avassalador ou instável;
- estrutruras degradadas poderão afetar o seu chi vital;
- prédios em bico ou esquinas produzem um chi cortante;
- lixo ou sujidade prejudicam também a sua energia vital.

Deixo-vos então com algumas sugestões simples que poderão levar em consideração nas vossas casas:
- uma boa elevação atrás de uma casa é fundamental trazendo uma energia de segurança e proteção;
- uma pequena elevação à esquerda beneficia a nossa força de ação para inícios;
- uma pequena elevação à direita beneficia a nossa força de concretização;
- idealmente na frente existir uma vista positiva e agradável para os habitantes traz a visão e foco;
- também é importante que a vista de todas as janelas da habitação traga igualmente uma qualidade energética positiva;
- para quem vive em vivendas: os terrenos com formas regulares são mais favoráveis; um caminho ondulante para a porta da casa sugere a sinuosidade e a qualidade energética da água; o acesso à casa deve ser idealmente ascendente ou reto (e não descendente, evitando que o chi se escape em vez de entrar na habitação); manter tudo limpo e florido transmitindo uma energia de boas vindas.

O contexto exterior onde as casas se inserem é por isto muito importante e deve ser tido em conta, uma vez que vai afetar seguramente a energia vital dos habitantes.