MENU

Feng Shui e Relacionamentos João Borges, 24 de Julho de 2015

A seguir a saúde e dinheiro, o questão dos relacionamentos é a mais referida pelas pessoas nas suas preocupações aquando de uma consulta. Qual o impacto da casa nos relacionamentos (ou falta destes) e de que forma se pode melhorar esta área muito importante com Feng Shui? A casa onde vivemos e recarregamos energia todos os dias tem uma influência determinante mas existem diferentes abordagens no Feng Shui clássico e Feng Shui contemporâneo. Senão vejamos...

O Feng Shui contemporâneo foca-se muito nos chamados oito setores de uma casa (Norte, NE, E, SE, Sul, SO, Oeste e NO). Ao contrário do que se pensa não é apenas o setor SO, o chamado “setor dos relacionamentos” o importante nesta matéria. A questão reside onde estão as dificuldades? Qual o motivo porque um dado individuo não consegue encontrar ou manter um parceiro? Vejamos três possibilidades:

Setor Oeste
Este setor é determinante para a nossa capacidade para desfrutarmos da vida e termos espaço para romance. Jantar fora em ambientes agradáveis, ir ao cinema com as pessoas que gostamos, etc. Muitas pessoas não conseguem arranjar ou manter um relacionamento devido a problemas neste setor. Ou seja não têm um relacionamento por falta de espaço mental ou tempo para romance.

Setor Sudoeste
Este setor, chamado o setor dos relacionamentos, é muito importante para mantermos uma relação harmoniosa sublimando o ego e pensando na outra pessoa. Se este setor estiver com problemas a relação tem dificuldades em se manter por falta de capacidade de nos relacionarmos com o parceiro.

Setor Sudeste
Este é o chamado setor das benção, setor da sorte ou setor do casamento. Muitas pessoas não conseguem ter uma relação simplesmente por falta de sorte ou falta de capacidade de reconhecer o parceiro das suas vidas quando o encontram. Ou seja má sorte, sem benção do casamento.

Curar estes setores e ativando-os positivamente é a abordagem do feng shui contemporâneo (seja black hat / feng shui simbólico ou oito direções). Numa próxima newsletter iremos explicar como se podem identificar certos problemas e respetivas curas.

A abordagem do Feng Shui clássico xuan kong é mais complexa mas não menos eficaz (provavelmente de resultados mais rápidos). Nas estrelas voadoras analisamos a combinação em pontos chave tais como a combinação na porta principal ou no quarto de dormir. Se a combinação for desfavorável é dificil ter um bom relacionamento. Por exemplo para uma mulher ter duas estrelas femininas nos setores chave reduz o espaço dos homens. É sempre melhor ter uma estrela feminina e uma estrela masculina (yin e yang). A vantagem das estrelas voadoras é podermos também analisar em detalhe as diferentes variáveis da uma dada situação.

Podemos também analisar os hexagramas em pontos chaves e ver se estes são bons para relações ou não. Para uma análise mais detalhada vamos ao detalhe de ver as afinidades (linhas dos hexagramas). Para uma mulher não ter a afinidade Guan (marido e poder) por exemplo no dorso da casa é detrimental para uma relação assim como para um homem não ter Cai (mulher e dinheiro). Os hexagramas do dorso da casa, da cama e da secretária onde trabalhamos são especialmente importantes. A abordagem o Feng Shui clássico não é para amantes do Feng Shui mas para consultores profissionais.

Para além do Feng Shui não esquecer o San Cai ou a trilogia Céu (astrologia), Terra (feng shui) e Homem (livre arbritio). Por vezes os problemas estão na carta astrológica (ba zi) por vezes estão no "homem" ou seja no nosso próprio esforço como seres humanos. Bons relacionamentos e boas férias de verão 2015!