MENU

Escute a sua casa Margarida Estevam, 10 de Janeiro de 2018

Através de técnicas desta arte milenar chinesa, podemos harmonizar a energia da casa e podemos potenciar aspetos que necessitamos ver realçados na nossa vida, podemos até suavizar desafios que se nos apresentam. A intervenção será realizada na casa, no entanto, a partir do momento em que tenhamos consciência do que estamos a fazer e do processo que estamos a iniciar, sentimos as repercussões na nossa energia e na nossa vida. Por isso é necessário para qualquer intervenção de Feng Shui (e acrescentaria de qualquer área terapêutica) que o consulente tenha abertura para iniciar o processo, esteja disposto a fazer as mudanças e tenha consciência do trabalho que está a fazer em conjunto com o consultor (ou terapeuta). Na verdade, haverá um ponto em que já não sabemos se foi ao mudarmos algumas coisas na nossa casa que nós mudámos ou se foi o processo inverso, porque os dois processos estão interligados e só fazem sentido em conjunto.
Então como é que ao agirmos sobre o espaço sentimos os efeitos na nossa vida e na nossa energia? Porque tudo é energia! Na realidade nada do que nos rodeia é apenas matéria densa e palpável, tudo é constituído por energia. Por detrás de princípios milenares de Metafísica Chinesa, baseados na observação de fenómenos da Natureza e de tudo o que nos rodeia, existem conceitos confirmados através da Ciência, nomeadamente através da Física Quântica. E por tudo ser energia, isso implica que estejamos ligados uns aos outros, ao que nos rodeia, ao Universo e, claro, à nossa casa e à energia que nela existe.
E o que é que o Feng Shui pode trabalhar na nossa vida? A resposta é… tudo! A partir do momento em que estejamos disponíveis para implementar a mudança, tudo pode ser trabalhado através do Feng Shui e da harmonização do fluxo energético na nossa casa. Porque vamos dividir a planta da casa em sectores que nos vão transmitir informações sobre áreas da vida e características que podemos desejar harmonizar ou melhorar na nossa energia e na nossa vida. Sendo assim, podemos potenciar a prosperidade e abundância, melhorar a saúde, harmonizar os relacionamentos afetivos e familiares, lidar melhor com o nosso Passado e memórias, entre muitas outras situações. Olhar para a casa com a visão do Feng Shui irá trazer clareza mental e objetividade para percebermos aquilo que já estava manifesto na casa e na nossa vida, mas que não tínhamos a coragem de enfrentar.
A divisão da casa em sectores é feita com recurso ao Bagua, um quadrado com 9 sectores que vão identificar estas energias no espaço. Consoante a abordagem e método de Feng Shui utilizado, vamos orientar o Bagua na planta de modo diferente, mas ainda que a localização dos sectores possa ser alterada com este posicionar do Bagua diferente, aquilo que a casa nos vai transmitir quanto ao que é necessário equilibrar e harmonizar vai ser muito similar. Teremos então os seguintes sectores para podermos analisar e harmonizar:
 
1 - Transformação Água - Carreira, Percurso de Vida, Liberdade, Energia de Cura
2 - Transformação Solo/Terra Yin - Arquétipo da Mãe, Energia Feminina, Relacionamentos afetivos e familiares
3 - Transformação Árvore/Madeira Yang- Raízes, Origens, Memórias, Antepassados, Comunidade, Passado
4 - Transformação Árvore/Madeira Yin - Viagens, Comunicação, Bênçãos, Prosperidade, Abundância
5 - Transformação Solo/Terra - Centro, sem polaridade- Centro Energético da Casa, Eu, Nosso Centro e Equilíbrio, Saúde, Unidade
6 - Transformação Metal Yang - Arquétipo do Pai, Energia Masculina, Trabalho, Finanças, Autoridade, Disciplina, Honra, Amigos e Solidariedade
7 - Transformação Metal Yin - Criatividade, Crianças, Futuro
8 - Transformação Solo/Terra Yang - Autoconhecimento, Introspeção, Recolhimento, Conexão com o Eu Interior e com o Divino, Espiritualidade, Materialização
9 - Transformação Fogo - Reconhecimento por si mesmo e pelos outros, Fama, Iluminação, Socialização
Em Feng Shui uma das regras é não alterar aquilo que está bem, pelo que só se vai harmonizar e equilibrar o que está a necessitar de melhoria na nossa vida. Utilizando a vertente de Feng Shui Contemporânea, irá alinhar o Bagua tendo como ponto de referência a localização da porta de entrada da casa, passando este a ser o "Norte virtual" (a parede da porta alinhada com o eixo 8,1,6, independentemente do sector onde fica a porta localizada).
 

 
Assim ficará a saber na sua casa onde se irão posicionar os sectores do Bagua e poderá olhar para a sua casa e perceber que áreas da sua vida estão organizadas, alinhadas, energizadas e quais necessitam de intervenção. Poderá reparar como ao observar a sua casa e aquilo que existe nos diferentes ambientes consegue perceber que a casa diz muito sobre si e a sua energia, sobre o modo como está a lidar com as situações e as diferentes áreas da sua vida. Começará a ver padrões que se manifestam, verificará como áreas da vida que sente que não evoluem correspondem a energia no setor da casa que está com energia estagnada, sentirá que aquela divisão da qual até nem gosta muito e tem fechada e nem lá entra significa que está a bloquear o acesso àquela área da sua vida (basta perceber as causas para esse bloqueio)…
Ouça aquilo que a sua casa lhe está a querer transmitir, aquilo que ela lhe está a pedir que trabalhe em si, que aprenda e desenvolva, para poder evoluir e crescer enquanto Ser. A casa irá “falar” através daquilo que vai observar no ambiente, da energia que sente mais leve ou mais densa e estagnada em determinada divisão, se acumula objetos numa divisão (ou setor) ou não, se tem bolor nos tetos ou paredes, se há rachas nas paredes, se há torneiras a pingar, aparelhos que avariam constantemente, entre muitas outras manifestações na casa. Esteja atento/a, observe, sinta e ouça aquilo que a sua casa lhe está a dizer. Aceite e integre as informações que a sua casa lhe transmite sobre si e sobre a sua energia e faça o necessário para harmonizar a sua energia e equilibrar-se ao mesmo tempo que faz as intervenções de modo consciente na sua casa. Vai verificar que, na medida em que a energia da sua casa se mostra mais harmoniosa e leve, também há áreas da sua vida que começarão a desenvolver-se e a sua energia também parece mais radiante e leve. Observe depois também o modo como os outros reagem à sua energia, pois é um termómetro para as alterações que fará no seu interior e que se refletiram na sua casa.

Artigo originalmente publicado na Edição nº 3 da Revista Digital Portugal Holístico, Janeiro 2018.